quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

...


I need to be strong...

Onde reprograma o sistema humanóide?

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

sábado, 14 de janeiro de 2017

Santarém – Amor, saudade e vítima de um amor gigolô

Artigo escrito em 2015 ( resolvi compartilhar hoje por aqui) - Abraços!
Imagine viver em lugar tão encantador, onde a natureza consegue ser generosa todos os dias. Onde o encontro de dois gigantes não vira briga, mas espetáculo, e um dos mais fascinantes. É assim com os rios Amazonas e Tapajós.
Sim, eu gostaria de dizer a Gonçalves dias que aqui ainda é possível ouvir pássaros que gorjeiam, que a minha terra tem primores que eu não encontro em outro lugar e que em nenhum lugar do mundo, as aves gorjeiam como cá…
Em Santarém, o clima é quente! Mas, quem mora aqui sabe que é um calor diferente, não é só a alta temperatura, mas é um calor humano.
É o calor dos santarenos que se reconhecem e se encontram nas conversas desprendidas, que surgem no mercado, na orla, nas banquinhas de tacacá ou em uma caminhada no bosque, porque por aqui é tão fácil conversar.

Contando histórias - Empurre a pedra

Deus virou para um homem que estava muito desanimado e disse-lhe:
“Meu filho, tenho uma missão para você. Sabe aquela pedra enorme que está perto da sua casa ? Quero que a empurre sem parar, faça chuva ou faça sol não pare de empurrá-la, empurre-a com toda tua força e toda a tua vontade."
E o homem respondeu: sim Senhor eu farei o que me pede.
E mesmo sem entender, o homem resolveu obedecer.
Dia a dia ele pelejava empurrando a pedra com toda a sua força, mas ela não se movia.

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Alguns caracteres por hoje

Já duvidei da tua existência
Já duvidei do teu amor
Já fiquei zangada com você tantas vezes
Já perdi a fé

Já reconheci milagres em situações tão simples...
Já pedi pra respeitar as minhas vontades
Já pedi pra você tirar meu livre arbítrio, por achar tantas vezes que ainda não aprendi a usá-lo.
Já Fechei meu coração tantas vezes
Mas também já cri como uma criança
Já fiquei contente e cantei no meio de situações tão difíceis
Mas também já chorei de medo em situações tão pequenas...
Já te fiz pedidos absurdos
Em contra partida já te ofertei sonhos tão importantes pra mim
Te compartilhei segredos e histórias na madrugada
E já saí da multidão por precisar de ti
Já te falei coisas tão tolas
E já fui tão forte, quando achei que não teria de onde tirar forças
Já vim falar contigo, com ares de princesa
Mas só tu me vistes, quando não vi em mim nenhuma dignidade.
Conheces e sabes tudo ao meu respeito
E até o meu silêncio de ultimamente...
E que bom que conheces o meu coração, e tens a interpretação perfeita pra cada um dos meus pensamentos.

E mesmo em silêncio meu e Teu...

Sei que há um fôlego de vida
E o mais perfeito controle, no centro do teu coração.




sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

E sempre haverá um lado bom de tudo

Quando estiver precisando de ajuda e não encontrar, não se preocupe
Esse é o momento em que Deus quer ficar  a sós com você.


terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Precisa-se de mais pessoas que...

Em tempo de escassez  de amor,  precisa-se de mais pessoas que reaprendam o sentido da palavra amizade e verdadeira função de um amigo...

De menos pessoas pra aconselhar e mais pessoas  para (apenas) ouvir.

Precisa-se de menos pessoas que apontem uma solução, e mais pessoas pra chorar junto contigo

Precisa-se de menos pessoas pra  dizer apenas "vai ficar tudo bem" e mais pessoas que tenham tempo de sentar contigo, pra ficar junto ainda que em silêncio.

Precisa-se de menos pessoas especialistas em "sexto sentido", compartilhando suas experiências, e mais pessoas para entender suas bobagens, respeitar seu tempo de dor ou confusão.

Precisa-se de menos pessoas com teorias, especialidades e achologias e mais pessoas que se importem em como você realmente está.

De pessoas que olham e veem...
E não de pessoas que te olham e não enxergam nada.

De pessoas com menos perguntas retóricas
E mais pessoas com uma insistência verdadeira de saber o que há por trás de uma resposta.

Precisa-se de menos pessoas com aquela falsa gentileza, e mais pessoas pra abracar, forte e de verdade.

Pessoas pra estender o ombro, pra doar um pouquinho do tempo ( que se falaria ao celular, ou estaria na tv, no bar...)

Doar tempo virou  especiaria rara

Se alguém senta com você te olha, te vê
Valorize, você tem de  fato um amigo.