quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Celpa pede recuperação judicial

Com uma dívida de curto prazo de R$ 1,4 bilhão e o mesmo valor a longo prazo, segundo balanço patrimonial fechado em setembro do ano passado e divulgado pelo site da revista Exame (Exame.com), a Centrais Elétricas do Pará (Celpa), controlada pelo Grupo Rede Energia, entrou com pedido de recuperação judicial. Os números, segundo a revista, colocam a Celpa como uma das distribuidoras do grupo com pior desempenho no país.

A assessoria local da Celpa não se manifestou, mas segundo nota emitida por uma empresa de assessoria de imprensa contratada pelo Grupo Rede em São Paulo, a medida visa “garantir a continuidade dos serviços de distribuição de energia elétrica prestados à população do Pará e equalizar sua situação financeira” e “não impacta na continuidade de suas operações presentes e futuras”. Ainda segundo a nota “a Celpa vem apresentando resultados e melhorias operacionais expressivas ao longo do último ano, resultando no aumento de seu EBITDA (Lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização).

A recuperação judicial, diz o comunicado, é um instrumento que visa à reestruturação de empresas economicamente viáveis.

“A negociação multilateral com os credores da Celpa possibilitará que a companhia encontre as condições necessárias para equacionar sua saúde financeira, cumprir com suas obrigações e seguir com seu plano de negócios”.

Ainda segundo a Exame, uma fatia de 54% do acionista majoritário da Rede Energia, Jorge Queiroz Jr, está à venda em uma operação da qual o grupo AES e a chinesa State Grid já desistiram, diante dos riscos regulatórios e do preço pedido pela participação. “A CPFL ainda estaria conversando com o grupo, segundo fontes, mas analistas chegaram a afirmar que a venda desmembrada dos ativos de distribuição poderia atrair mais interessados”, diz a reportagem.

A Rede Energia também teria convocado, segundo a Exame.com, uma Assembleia Geral Extraordinária (AGE) para 19 de março, na qual serão discutidas contratações de assessorias especializadas para propor alternativas à superação da crise econômico-financeira da companhia. “O pedido de recuperação judicial ocorre no momento em que empresas do setor de distribuição discutem os efeitos das novas regras do terceiro ciclo de revisão tarifária em suas receitas, com expectativa de que haja redução”, informou a Exame.com. O BNDES conta com 21% das ações da empresa.

AJUDA FEDERAL

O comunicado da Celpa prossegue afirmando que desde 1998 a empresa “tem cumprido seu papel social fornecendo energia elétrica aos cidadãos e empresas paraenses”. Os investimentos na rede elétrica “avançaram expressivamente ao longo desses anos, levando energia elétrica a mais de um milhão de novos consumidores. Os índices de qualidade e nível de serviço vêm melhorando substancialmente”. A área de concessão da Celpa abrange 15% do território nacional e 5% da população do país.

Segundo a Agência Estado, o presidente do grupo Eletrobras, José Costa Neto, admitiu que a estatal pode ajudar o Grupo Rede Energia, caso haja intenção do governo de aprimorar economicamente a empresa, atualmente em dificuldades.
“A situação do grupo tem desconforto, do lado econômico e social, que vai ser definida pelo governo federal. E pode ser que a Eletrobras tenha que dar uma ajuda”, afirmou. Ele não quis especificar se a ajuda envolveria compra de participação do grupo pela Eletrobras. “Vamos dar nossa contribuição, mas que, de forma alguma, não dê prejuízo para nossos acionistas”, frisou.

Na documentação que baseia o pedido de recuperação judicial, a concessionária atribui à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) os problemas financeiros enfrentados nos últimos anos. Pelos relatórios, a Celpa afirma que está atravessando um grave período de turbulência provocado por regras adotadas pela Aneel, que resultaram em aumento das dívidas. A distribuidora lista pelo menos meia dúzia de normas adotadas pela agência que prejudicaram seu desempenho. Entre elas, a exigência de altos investimentos: a abertura de postos de atendimento em localidades com mais de 10 mil unidades consumidoras; grave inadimplência das prefeituras, com dificuldade de suspensão do fornecimento de energia; e alteração de regras nos processos de revisão tarifária, o que teria reduzido as expectativas de retorno da empresa. A concessionária atende hoje aos 144 municípios paraenses e 1,6 milhão de consumidores no Norte do País.

EM NÚMEROS

1,4 bi de reais é o montante da dívida da Celpa a curto prazo, o que a tornou a distribuidora com o pior desempenho entre as empresas do Grupo Rede Energia, segundo divulgou o site Exame.com.

Bancada do Pará discute hoje situação da empresa

A bancada do Pará no Congresso Nacional realiza, nesta quarta, reunião extraordinária para discutir o problema da Celpa. A reunião pretende mobilizar os três senadores e 17 deputados federais em torno do grave problema econômico enfrentado pela empresa. Um dos temas em debate será a possível participação da Eletrobras na Rede Energia. A participação se daria por meio da subsidiária Eletrobras Eletronorte, que explora os recursos hídricos na região Norte, principalmente no Pará, onde está em funcionamento a maior hidrelétrica genuinamente nacional, a de Tucuruí.

O Ministério de Minas e Energia informou ontem que cabe à Eletrobras esclarecer detalhes sobre a possível participação na Celpa. O DIÁRIO tentou contato com a assessoria de imprensa da Eletrobras no início da noite de ontem, mas não conseguiu retorno.A Eletrobras pode participar da gestão da Celpa com o mesmo modelo que já
participa nas distribuidoras Celtins (TO), Celg-D (GO) e Cemat (MT).

Crise não é novidade

Segundo divulgou a agência de notícias Reuters Brasil, a situação financeira da Celpa e das outras empresas da Rede Energia não é novidade para analistas do setor elétrico e interessados nos ativos da empresa, e o pedido de recuperação judicial não deve ser visto com surpresa pelo mercado.

Ouvido pela Reuters, o analista Ricardo Corrêa, da Ativa Corretora, diz que “a empresa está para ser vendida há bastante tempo, aguardando comprador e preço... Talvez isso indique que o andamento do processo não está tão adiantado”.

Ainda segundo a agência, a Celpa estima apresentar o plano de recuperação judicial em até 60 dias a partir da intimação da aprovação do pedido.

Fonte (Diário do Pará)

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

São Francisco: Tiago Amorim é o novo técnico do Leão Azul Santareno

O novo técnico do São Francisco foi apresentado, ontem (22), no campo da Estrada Nova, para os jogadores que fazem parte do elenco do Leão Azul Santareno.

Tiago Amorim esta de volta ao comando do São Francisco depois de dois anos. Em 2010, Tiago foi técnico quando o São Francisco disputava a Segunda Divisão do Campeonato Paraense e foi efetivado como treinador, depois da Saída de Lúcio Santarém. Em 2011 foi treinador do time São Francisco Sub 17.

Para o segundo turno do Campeonato Paraense 2012, a diretoria também trouxe de volta o Preparador Físico Roni Lameira. A última passagem de Roni pelo São Francisco foi em 2011 quando fez parte da comissão técnica que atuou no início da Segunda Divisão do Campeonato Paraense.

No primeiro treinamento, Tiago Amorim realizou um mini-coletivo para observar as características de cada atleta e implementar um esquema de trabalho. O primeiro desafio do novo treinador será o clássico Rai-Fran, no dia 1 de março, na abertura do segundo turno do Parazão 2012.



segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Primeira doação de órgãos

Dr. Erik Jennings em palestra sobre morte encefálica

Na noite de ontem (09), a Direção Técnica e a Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes (CIHDOTT) do Hospital Regional do Baixo Amazonas do Pará promoveu a primeira atualização em Doação e Transplantes de Órgãos e Tecidos para profissionais, médicos e acadêmicos de medicina da Universidade do Estado Pará. O objetivo era repassar as novas informações que os membros da CIHDOTT receberam no último treinamento realizado nos últimos dias, em Belém, pela Central de Transplantes do Pará.
Médicos e colaboradores do HRBA
Estiveram presentes, o Diretor Geral do HRBA, Hebert Moreschi; o Diretor Técnico do HRBA, Dr. Erik Jennings; o Promotor Público, Dr. Túlio Novaes; Dr. Emanuel Espósito, Coordenador CIHDOTT-HRBA; Dra. Lívia Corrêa e Castro, Intensivista, e o Assistente Social, Stephan Leite. Além dos palestrantes, médicos de outras especialidades, enfermeiros e técnicos de enfermagem participaram do evento para receber as novas orientações e conhecerem mais sobre os temas Doação, Captação e Transplantes de Órgãos, como por exemplo, Histórico e Legislação; O que é Transplantes e quais os tipos?; O que é morte encefálica? Manutenção do Doador e Acolhimento Familiar.
Promotor Túlio Novaes
O Promotor do Ministério Público Estadual (MPE), Dr. Túlio Novaes, fez a abertura do evento ressaltando a importância do MPE no processo de implantação dos procedimentos de transplantes em Santarém. “Nós, enquanto representantes legais da sociedade, somos responsáveis, juntamente com outras entidades, pelo acompanhamento e incentivo desta evolução histórica da saúde da região. Estamos aqui para dizer que somos parceiros e que queremos o melhor para nossa população. Bem como somos fiscalizadores do processo, no que tange a melhor assistência médica aos pacientes e apoio assistencial aos seus familiares no momento adequado”, disse o Dr. Túlio.
Dr. Erik Jennings - Dir. Técnico do HRBA
Segundo o Diretor Técnico do HRBA, Dr. Erik Jennings, os primeiros passos para realizar o sonho de transplantes foram iniciados desde 2008 quando a Pró-Saúde assumiu a gestão do Hospital Regional. A previsão para os primeiros procedimentos em Santarém é para metade do segundo semestre deste ano, com transplantes renais. “Primeiro precisamos concluir a ampliação dos leitos de UTI(s) do Hospital Regional, porque sem a disponibilidade de UTI para suporte pós-operatório não é possível realizar transplantes e outros grandes procedimentos, como as cirurgias cardíacas. Hoje os profissionais da CIHDOTT já estão capacitados para avaliar e identificar um possível paciente com morte encefálica. Neste caso, hoje acionamos uma equipe da Central de Transplantes do Pará para vir buscar os órgãos aptos para transplantes”, explicou Dr. Erik Jennings.
Dr. Emaunel Espósito-Coord. CIHDOTT/HRBA
A principal etapa agora é o trabalho de educação da sociedade para esta nova realidade. Para o coordenador da CIHDOTT e do Centro de Terapia Renal Substitutiva (Hemodiálise) do HRBA, Dr. Emanuel Espósito, a conscientização dos familiares dos potenciais doadores é essencial para o sucesso do novo procedimento. “A população precisa entender a grande importância do gesto de solidariedade que é a doação de órgãos e tecidos. Cada cidadão deve ser educado para este ato e deixar claro para seus familiares sua decisão. Entendemos que o momento de perda não é fácil. Mas, que é nesta hora que podemos fazer a diferença na vida de muitas outras pessoas que estão na fila de espera por um órgão para ter esperança de viver”, destacou Dr. Emanuel.
Hebert Moreschi - Dir. Geral do HRBA
O Hospital Regional vai este ano intensificar a campanha educativa da importância da doação de órgãos juntos à sociedade. Além de massificar os esforços, com apoio do Governo do Estado do Pará, através da Secretaria de Estado de Saúde Pública, para o mais breve poder concluir a ampliação dos novos leitos de UTI. “Esse ano será de grande crescimento para o HRBA. O Governo do Estado está realizando grandes investimentos em nossos serviços. Destaco a expansão do atendimento oncológico, a duplicação dos leitos de UTI(s), que viabilizará a implantação das cirurgias cardíacas de alta complexidade, e já estamos aptos a realizar a captação de órgãos. A cada dia, o Hospital Regional amplia os seus serviços, melhora a sua resolutividade e traz mais segurança e qualidade em saúde para a População do Oeste do Pará”.



quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

"Supermercado do amor" - Os cupidos modernos


Sites de encontros na internet alegam ter trazido métodos científicos para a velha questão de como encontrar bons pares. Mas será que é verdade?


Desde que há romance entre os seres humanos, outras pessoas tentam mediar os relacionamentos. Essas pessoas já foram pais, padres, amigos ou burocratas, mas sua motivação sempre é a mesma: elas achavam que sabiam formar casais melhor do que os próprios casais.

Hoje em dia, no entanto, há um cupido novo na aldeia: a internet. E ela é diferente dos velhos cupidos de duas maneiras. Primeiro, sua única motivação é o lucro. Segundo, solteiros em busca de um par estão fazendo fila para usá-lo, ao invés de reclamar do seu intrometimento. Isso porque sites de encontros na internet prometem duas coisas que nem os cupidos tradicionais nem encontros ao acaso em bares, pontos de ônibus e bar mitzvahs oferecem. Uma delas é uma gama muito maior de escolha entre possíveis parceiros. E a outra é um jeito cientificamente comprovado de formar casais que têm a ver um com o outro, aumentando as chances de um “felizes para sempre”.

O número maior de opções é inquestionável. Mas será que leva a melhores resultados? E será que os “algoritmos testados cientificamente” realmente funcionam, de formas que os cortejos tradicionais (ou, pelo menos, flertes) não conseguiriam? Essas são as perguntas feitas por uma equipe de psicólogos liderada por Eli Finkel da Northwestern University, em Illinois, em um estudo publicado – não por coincidência – um pouco antes do dia de São Valentim, o dia dos namorados nos Estados Unidos. Esse estudo, publicado na Psychological Science in the Public Interest, analisa estudos conduzidos por diversos grupos de psicólogos desde que o primeiro site de encontros online, Match.com, foi lançado em 1995. Finkel e seus colegas lançam um olhar crítico sobre o negócio de bilhões de dólares de encontros online, e continuam nem um pouco convencidos.

Continue lendo aqui.

Internet- O consentimento dos conectados

Como os reinos de Googledom e Facebookistão, entre outros soberanos do ciberespaço, estão lidando com o poder sem precedentes que têm nas mãos.


Empresas como Apple, Facebook, Google, e muitos outros serviços e plataformas digitais criaram uma nova esfera virtual, uma grande parte da qual é projetada, construída, operada e pertence a companhias privadas. Essas companhias agora são mediadoras de todo tipo de relações humanas, incluindo a relação entre cidadãos e governos. O que está sendo exercitado é uma nova camada de soberania sobre o que estamos ou não estamos autorizados a fazer com nossas vidas digitais, combinada e até maior do que a soberania dos governos. Às vezes – como no caso da Primavera Árabe – essas plataformas mundiais administradas por corporações são capazes de ampliar as vozes de cidadãos questionando seus governos. Mas em outras situações, elas podem restringir nossa liberdade de formas bastante pérfidas, às vezes em cooperação com governos e às vezes de forma independente.

A iNação Apple

Problemas com censura na Apple vão muito além da China, e chegam a lugares inesperados. Em março de 2010 a Apple apagou, sem aviso prévio, um aplicativo para iPad da Stern, uma das maiores revistas da Alemanha. Conteúdo erótico havia sido publicado na versão impressa, que era automaticamente duplicada no aplicativo. O conteúdo estava perfeitamente de acordo com as leis da Alemanha, mas como algumas páginas de uma edição específica violavam os padrões dos aplicativos da Apple, a revista inteira foi censurada na App Store. A Apple também notificou uma outra revista alemã, Bildt, que ela teria que alterar seu conteúdo se quisesse manter seu aplicativo.

Este ano a Apple também censurou uma versão em quadrinhos de Ulisses, de James Joyce, que continha algumas imagens de nudez, apesar do aplicativo ter sido marcado como contendo conteúdo adulto. Conteúdo político e religioso controverso também é frequentemente censurado. Queixas de censura continuam, tanto da esquerda quando da direita do espectro político norte-americano.

Facebookistão

Mais de 800 milhões de pessoas “habitam” o reino digital do Facebook. Se o Facebook fosse um país, seria o terceiro mais populoso do mundo, atrás somente de Índia e da China. Vamos chamá-lo de Facebookistão. É um país governado por uma série de regras baseadas na ideologia da sua equipe de administração e seu “pai fundador”, que governam seu reino da forma que eles acreditam ser mais benéfica para seus usuários – e para eles próprios.

Zuckerberg defende o que veio a ser conhecido como “transparência radical”: a ideia de que a humanidade estaria melhor se todo mundo fosse mais transparente sobre quem são e o que fazem. Ativistas que usam o Facebook em regimes opressores estão uma posição complicada: Eles podem usar nomes falsos e se arriscar a ter suas contas desativadas. Ou eles podem usar seus nomes verdadeiros e se arriscar a ser presos – ou pior.

Ler matéria completa aqui.

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Agora, homens agressores podem ser presos mesmo que não haja denúncia da vítima


Os ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) decidiram, por unanimidade, confirmar a validade da Lei Maria da Penha, símbolo da luta contra a violência doméstica. Os ministros entenderam que a lei não fere o princípio constitucional de igualdade, e sim o contrário, já que busca proteger as mulheres para garantir uma cultura de igualdade efetiva, sem violência e sem preconceitos.

A primeira ação analisada na tarde de ontem é de autoria da Presidência da República. O pedido era para que o STF confirmasse a legalidade da Lei Maria da Penha para evitar interpretações de que ela não trata homens e mulheres de forma igual. A norma foi editada em 2006, mas ainda há diversos juízes que resistem em aplicá-la. Um juiz de Minas Gerais chegou a ser afastado do cargo pelo CNJ (Conselho Nacional de Justiça) ao chamar a norma de "demoníaca".

A representante da União no julgamento, Gracie Fernandes, citou dados que, segundo ela, "espancam, de uma vez por todas, a tese de que a lei ofende o princípio da igualdade entre homem e mulher". Ela revelou que, em 92,9% dos casos de violência doméstica, a agressão é praticada pelo homem contra a mulher, e que, em 95% dos casos de violência contra mulher, o agressor é seu companheiro. Segundo a advogada, 6,8 milhões de brasileiras já foram espancadas no ambiente doméstico, com um episódio de violência registrado a cada cinco segundos.

Os ministros acompanharam integralmente o voto do relator, Marco Aurélio Mello, para quem a lei foi um "avanço para uma nova cultura de respeito".

O voto mais marcante foi o da ministra Cármen Lúcia, a mais antiga mulher da composição atual do STF. Fazendo paralelo com sua própria experiência, a ministra disse que ainda hoje sofre preconceito por ser uma das ministras do Supremo - a outra é a recém-empossada Rosa Weber. "Acham que juízas desse tribunal não sofrem preconceito, mas sofrem. Há gente que acha que isso aqui não é lugar de mulher".

Os ministros analisam agora uma ação de inconstitucionalidade da Procuradoria-Geral da República, também em relação à Lei Maria da Penha. O objetivo que é o Ministério Público possa denunciar agressores mesmo que as mulheres desistam de fazê-lo.

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Incêndio na fabrica Unifort da Amazônia em Santarém


A fabrica de uniformes Unifort, localizada na Travessa Silvino Pinto, foi alvo de um incêndio que começou por volta de 13h, dessa 5ª feira (09/02) , nesse horário os funcionários tinha saído para o almoço, o funcionário Janderson que chegou mais cedo, foi quem viu a fumaça e ligou para o proprietário Luiz Antônio Batista e para o corpo de Bombeiros.

O fogo se alastrou muito rápido e queimou toda a parte de trás da empresa, parte em que ficavam guardados os tecidos para a fabricação dos uniformes. A parte de frente onde funcionava a loja e confecções de roupas foi pouco atingida.

Com a ajuda de funcionários e familiares o proprietário conseguiu salvar o maquinário.

Segundo informações de alguns funcionários o incêndio pode ter sido causado por um curto circuito, suspeita-se que uma fiação entrou em contato com a água , assim que a chuva começou. Mas somente o laudo pericial do Corpo de Bombeiros que sai daqui há 10 dias, poderá comprovar a causa do incêndio.

O local vai ficar isolado, por oferecer risco de desabamento. A garagem de um vizinho que fica bem próxima a parte dos fundos do prédio, também precisou ser isolada.

A fabrica que trabalha com confeccção de fardamentos e que no momento estava com uma grande demanda de abadas, vai dar continuidade ao serviço, os funcionários foram remanejados para lojas dos irmãos do proprietário.

Informações e fotos – Ingrid Soraia


Ação social na grande área do Santarenzinho

No sábado dia 11, uma grande ação social vai estar sendo realizada, na Escola Ubaldo Côrrea – Bairro da Conquista – com inicio às 8 horas da manhã e término às 18 horas.

A ação social tem por finalidade, prestar diversos atendimentos a população que mora na grande área do Santarenzinho, que é composta por 10 bairros.

Atividades desenvolvidas durante a ação

*Uma clínica móvel, vai estar a disposição da população com serviços médicos e odontológicos.
*Doação de medicamentos e materiais educacionais
*De lá profissionais de saúde, serão deslocados para outras áreas do bairro, para que o mairo número possível de pessoas sejam atendidas.
*Palestras preventivas como: Higiene bocal, pessoal, colo do útero e câncer de mama.
*Palestras preventivas a drogas
*Cortes de cabelo
*Promoção lúdica para crianças
*Curso dinâmico e artesanato (mosaico, objetos decorativos, plantas)
*Testes de glicemia, verificação de P.A e índice de massa corporal
*Consultas jurídicas
*Assistência espiritual e emocional

Realização: as ações serão desenvolvidas pelo departamento de ação Social da Igreja Presbiteriana Independente, Asas de Socorro e SAG (grupo ações solidárias), tendo como base o atendimento às famílias em área de risco social.

Parceiros na ação

Acusados de linchar e matar preso em Curuai já estão em Santarém


Quatro pessoas acusadas de participar do linchamento e morte de João Augusto Farias Viana, vulgo 'Mungu', morto no dia 22 de janeiro, na vila de Curuai, na região do Lago Grande, chegaram a Santarém na manhã desta quinta-feira (9), conduzidos sob ordem judicial à 16ª Seccional Urbana, onde prestam depoimento ao delegado Luiz Paixão.

O mandado de prisão foi cumprido pelas equipes de investigadores sob o comando dos delegados Germando do Vale, Paixão e Silvio Birro, chefe do Núcleo de Apoio à Investigação (NAI), da Polícia Civil.

'Mungu' era acusado de ter matado, com uma facada, o cidadão Rosivan Silva de Sousa, conhecido por 'Soldado', crime ocorrido na comunidade Cruzador, também no Lago Grande, no dia anterior ao linchamento.

Foram presas as seguintes pessoas: Nilson Farias Cerdeira, o 'Professor Nilson', 33 anos; Domingos Régis de Sousa, o 'Dominguinhos', 28 anos; José Régis de Sousa, o 'Zé Bucho', 33 anos; e Miguel Régis de Sousa, o 'Tica Bode', 36 anos. Eles foram presos em cumprimento a mandados de prisão expedidos pelo juiz de direito Gerson Marra Gomes, da Comarca de Santarém.

Os quatro presos são acusados, segundo a polícia, de liderarem e participarem diretamente do linchamento de João Augusto, que já estava preso, sob a custódia da Polícia Militar, mas que foi retirado de dentro do Posto Médico daquela vila e linchado até a morte.

Fonte :Blog 4º Poder



quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Novos seguidores do Blog


O Blog ganhou 3 novos seguidores esse mês :Douglas franklim (meu colega da Record), Fontenelej e Jean Correa (que também tem um blog, endereço anexado na minha lista).

E no mês passado Ezequias Borges e Edinei Gomes.

Obrigada!

Para quem acha que não há sentido nenhum na vida..

Marchinhas jornalísticas de carnaval

As marchinhas voltaram. Hora de botar o bloquinho na rua.

Me dá um frila aí (versão de Me dá um dinheiro aí)

Ei, você aí, me dá um frila aí
Me dá um frila aí
Ei, você aí, me dá um frila aí
Me dá um frila aí.

Não vai dar?
Não vai dar, não?
Vou te ligar e ir à redação
Te enlouquecer de tanto insistir
Me dá, me dá, me dá (oi)
Me dá um frila aí.


A audiência do jornal (versão de A pipa do vovô)

A audiência do jornal não sobe mais
A audiência do jornal não sobe mais
Apesar de explorar só desgraça
O jornal já perdeu o seu gás.

Ele tentou uma chacinazinha
O Ibope não deu nenhuma subidinha
Ele tentou mais uma enchentezinha
O Ibope não deu nenhuma subidinha.


Passaralho (versão de Saca-rolha)

Cabeças vão rolar
Um pé na bunda eu não quero é levar
É o passa-passa-passa-passa-passaralho
Vamos saber quem vai sobrar!


Imprensa não é livre (versão de Cachaça não é água)

Você pensa que a imprensa é livre?
Imprensa não é livre, não.
Ser livre é falar verdades
Sem medo de uma demissão.


Ô, produtor (versão de Allah-lá-ô)

Ô, produtor, ô ô ô ô ô ô
Tu demorô, ô ô ô ô ô ô
Pra agendar a entrevista que me falta
A rival foi mais esperta
E furou a nossa pauta.


Pauteira (versão de Jardineira)

- Minha pauteira, por que estás tão triste?
Mas que tragédia não aconteceu?
- Não teve enchente, nem caiu barraco
Nenhum incêndio e ninguém morreu.


Nenhum riso (versão de Máscara negra)

Nenhum riso, ó, nem alegria
Mais de dez palhaços de plantão
Todo mundo festejando o carnaval na avenida
E a gente na redação.


Salário do Zezé (versão de Cabeleira do Zezé)

Olha o salário do Zezé!
Será que ele é?!
Será que ele é?! (jor-na-lis-ta)
Olha o salário do Zezé!
Será que ele é?!
Será que ele é?!

Será que ele ganha o piso?
Será que ele é muito ralé?
Parece repórter de rádio
Mas isso eu não sei se ele é.

Melhora o salário dele! (pã pã)
Melhora o salário dele! (pã pã)

Melhora o salário dele! (pã pã)
Melhora o salário dele!

do Blog desilusões perdidas

Habilitação dos candidatos indígenas aprovados termina no dia 10

Termina na sexta-feira, dia 10 de fevereiro de 2012, a habilitação dos indígenas aprovados no Processo Seletivo Especial de 2012 da Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA). Os aprovados devem comparecer à Pró-Reitoria de Ensino de Graduação (PROEN), no Campus Tapajós da UFOPA, em Santarém (PA), das 8 às 12 e das 14 às 17 horas, para efetuar sua habilitação e matrícula. Os candidatos que deixarem de se apresentar no período estabelecido perderão o direito à vaga. Os procedimentos de habilitação constam do edital 2/2012.

Para a efetivação do vínculo institucional, o candidato deverá apresentar os seguintes documentos:

a) Cédula de Identidade - RG (original e 1 cópia);

b) Cadastro de Pessoa Física - CPF (original e 1 cópia),

c) Título de Eleitor e comprovante da última votação - maiores de 18 anos (original e 1 cópia);

d) Prova de quitação com o serviço militar - candidatos do sexo masculino maiores de 18 anos; (original e 1 cópia);

e) Certificado de Conclusão do Ensino Médio ou Diploma de Conclusão do Ensino Técnico integrado ao Médio; se o candidato não tiver recebido o certificado ou diploma será aceito Atestado de Conclusão do Ensino Médio com data recente (original e 1 cópia);

f) Histórico Escolar do Ensino Médio (original e 1 cópia);

g) Em caso de certificação/ENEM, Certificado expedido por secretaria estadual ou distrital de educação;

h) Formulário de cadastro acadêmico, devidamente preenchido, que estará disponível na página eletrônica www.ufopa.edu.br;

i) 1 foto 3x4 recente e de frente;

j) Comprovante de residência (original e 1 cópia).

A habilitação e a efetivação do vínculo institucional do aprovado poderão ser feitas por terceiro, mediante procuração pública ou particular, devendo esta última ter firma reconhecida em cartório.

Confira a íntegra do edital 2/2012/PROEN.

Mais informações no site www.ufopa.edu.br.

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Jornalista santareno denuncia atitude repugnate do"bloqueiro" Xaropinho

Por Jota Ninos

Não é a primeira vez (e, infelizmente,acredito que não será a última) que repasso um link desprezível aos colegas jornalistas, para que reflitamos: é concebível aceitar que tais imagens repugnantes sejam divulgadas num blog assinado por uma pessoa que se auto-intitula "jornalista"?

Hiromar Cardoso, conhecido pela alcunha de "Xaropinho", trabalhou como "gazeteiro" ou distribuidor de jornais com o saudoso Arthur Martins, que foi o cap em Santarém de "A Província do Pará" e do "Jornal de Santarém" nos anos 1980. Pelo convívio com os jornalistas que formavam aquela equipe, ele passou a escrever em jornais locais com seu estilo sensacionalista, trazendo acusações a várias autoridades da região.

Seguindo o mesmo caminho de outros "jornalistas' da área policial, foi ganhando seu espaço por ser mais um sub-produto do meio midiático, e acabou recebendo a anuência de políticos da região que passaram a financiar seu trabalho e espaço em vários semanários da região.

Hoje se prepara para ter um jornal, que diz será "diário". Pela "qualidade" do seu blog, já se pode imaginar o que vem pela frente. Nada tenho contra o cidadão Hiromar Cardoso. Até louvaria seu esforço em tentar vencer pelo próprio esforço, mas ao utilizar do expediente repugnante da exposição de cadáveres - prática da qual é contumaz - me recuso chamá-lo chamá-lo de colega.

Através deste e-mail, encaminhado também à nossa presidente do SINJOR -Pará, SHEILA FARO, peço providências para que este rapaz seja impedido, no mínimo, de se auto-identificar como jornalista, por ferir os mais elementares preceitos éticos de nossa profissão, já tão desgastada por outros "profissionais" que não nos enobrecem.

Informo também que desde já serei o primeiro a denunciar o conteúdo do blog, no serviço do Blogger, que o hospeda. Os colegas que acharem que tenho razão, poderão fazer o mesmo, clicando no link que fica no cabeçalho do blog, para que sejam tomadas as providências do serviço vinculado ao Google, para proibir sua exibição para menores de 18 anos.

Sei que serei a partir de agora, execrado e criticado ferozmente pelo "Xaropinho", com o qual sempre tive boa relação, e que provavelmente usará do desgastado mantra da "liberdade de expressão" que tem sido usado em nível nacional, mas meus preceitos morais me impedem de tomar outra atitude diferente desta. E se nada for feito pelo Blogger ou pelo Sinjor, pretendo inclusive denunciar seu blog junto ao Ministério Público do Pará, que já tomou tal atitude com relação aos jornais da capital quando insistiam em mostrar fotos de cadáveres em suas capas.

Vai abaixo o link da postagem que me fez ter náuseas e tomar esta atitude. Não é a primeira, mas esta passou dos limites, apesar dele ter usado do expediente de "alertar" com antecedência seus leitores, o que na verdade acabou sendo uma propaganda para aguçar a curiosidade mórbida que muitas pessoas nutrem no dia-a-dia. Na lateral do blog é possível encontrar outros links de postagens anteriores com o mesmo teor.

Quem acessar, prepare seu estômago para cenas fortes e repugnantes e imagine-se no lugar dos familiares das pessoas expostas.

http://wwwblogdoxarope.blogspot.com/2012/02/alerta-geral.html


São Francisco continua invicto no Colosso do Tapajós

Jogando em Santarém, o São Francisco não perde desde outubro do ano passado e ontem nem o Clube do Remo conseguiu quebrar essa invencibilidade. O domingo (05) foi um dia de comemorações para dois aniversariantes no clássico dos Leões no Estádio Colosso do Tapajós. O Clube do Remo fez 107 anos e o jovem goleiro Jader, do São Francisco, completou 18 anos. Mas apenas o goleiro teve motivos para comemorar após os 90 minutos de uma grande apresentação, fechando o gol do São Francisco e garantindo a vitória do Leão Azul Santareno por 2 a 0.

O São Francisco no primeiro tempo tomou a iniciativa de ir para cima do Clube do Remo, mas o adversário se defendia, e atacava com perigo, obrigando o goleiro Jader realizar grandes defesas. Somente aos 38 minutos o São Francisco abriu o placar com o meio campo Mazinho chutando forte e cruzado, a bola sobrou para o atacante Emerson Bala fazer 1 a 0 São Francisco.

No intervalo, o técnico do São Francisco Osvaldo Monte Alegre, pediu mais atenção no meio de campo, onde no primeiro tempo ocorreram algumas falhas.

Nos primeiros minutos de jogo do segundo tempo, o Remo foi em busca do empate, dando muita pressão no time do São Francisco. O Leão Azul Santareno se defendia e armava contra ataque levando perigo ao gol adversário. Aos 26 minutos, o meio campo Balão Marabá cobra escanteio, o goleiro do Remo, Adriano, se atrapalha com a bola e Emerson Bala faz o seu segundo gol. Placar final, São Francisco 2, Clube do Remo 0.

O time do São Francisco jogou com Jader, Claydir (Sidvan), Aldair, Perema e Maurian, Kiko, Diego Carioca (Boquinha), Mazinho (Frizo) e Balão Marabá, Emerson Bala e Rodrigão.

Classificação Final do 1º Turno

1° Águia.....................13

2° Cametá..................11

3° Tuna Luso.............10

4° Remo.....................10

5° Paysandu.................9

6° São Francisco.........9

7° São Raimundo........9

8° Independente..........5



domingo, 5 de fevereiro de 2012

Máfia dos ingressos em Santarém

Máfia dos ingressos
Descoberta o que pode ser a ponta do iceberg da máfia das vendas dos ingressos no São Raimundo. No jogo de quarta-feira, 1, contra o Cametá a Polícia Militar prendeu um homem de pré-nome Paulo que estava portando ingressos para o jogo. Ocorre que esses ingressos foram colocados como credenciais para policiais militares e bombeiros no borderô do jogo. Outro fato intrigante é que esse Paulo é filho de uma pessoa muito próxima de Rozinaldo do Vale, o presidente secular São Raimundo. A mãe de Paulo, inclusive, é quem gerencia um dos bares do clube durante as festas realizadas nele. Muita coincidência.

Máfia dos ingressos II
No momento da detenção de Paulo, dois diretores foram chamados, mas não tomaram as devidas providências. Eles são unha e carne com Rozinaldo do Vale. Estima-se que 300 ingressos tenham sido desviados para esse fim. O Conselho Deliberativo do São Raimundo, o mesmo que pediu a cabeça de Rozinaldo do Vale, criou uma comissão de fiscalização e controle para investigar o caso. Outras supostas irregularidades do passado também serão investigadas.

Enganação
Se comprovada essa máfia dos ingressos, o torcedor terá a explicação para aqueles jogos em que a lotação e a renda divulgada não condiz grosseiramente com aquilo que é visto à olho nu.

Fonte: O Estado do Tapajós On Line

Zenaldo coutinho é o deputado mais gazeteiro de Brasilia


O tal deputado federal do parazinho do "não e não", isso mesmo Zenaldo Coutinho foi quem mais gazetou e claro recebeu o pagamento na integra.

Zenaldo Coutinho não esqueçam nunca este nome.


Câmara federal

Somente um dos 19 deputados da bancada do Pará não teve faltas em 2011

BRASÍLIA

Da Sucursal

Após as eleições de 2010, o ano de 2011 registrou a chegada de quatro deputados federais estreantes pela bancada do Pará em Brasília. A baixa renovação também é percebida nas práticas dos parlamentares do Estado: a bancada teve em média 25% de faltas durante o ano. Dos 19 deputados que ocuparam o cargo em 2011 (dois deles suplentes), apenas um parlamentar esteve presente em todas as sessões da Câmara Federal.

Numa média dos parlamentares, registrou-se que os deputados paraenses, juntos, faltaram 452 sessões, das 1.819 de que deveriam participar. Com isso, um quarto das sessões foi gazeteado pelos parlamentares paraenses. Os dados são do site oficial da Câmara dos Deputados e podem ser acessados por qualquer cidadão.

O levantamento revela ainda que aqueles deputados que participaram dos debates sobre o plebiscito, especialmente no segundo semestre de 2011, tiveram um índice maior de faltas e de gastos com a cota parlamentar. É o caso de Giovanni Queiroz (PDT), que atuou pela frente Pró-Carajás, com 33,6% de faltas; Lira Maia (DEM), que atuou na frente Pró-Tapajós, com 37,4% de faltas; e de Arnaldo Jordy (PPS) e Zenaldo Coutinho (PSDB), que atuaram na frente contra a divisão e tiveram 41,1% e 70% de faltas, respectivamente.

O tucano Zenaldo Coutinho foi o deputado federal que ficou mais tempo licenciado em 2011, tanto por atuar no Governo do Estado como na campanha do plebiscito. Das 107 sessões que ocorreram durante o ano, Zenaldo só poderia participar pelo mandato de 40. Ainda assim, o parlamentar só esteve em doze delas.

Fonte: o liberal digital

A Bahia é candidata ao indesejável título de estado mais violento do Brasil

Explosão de violência em Salvador

A Bahia é candidata ao indesejável título de estado mais violento do Brasil e a região metropolitana de Salvador também está se transformando numa das mais violentas do Brasil. Não é uma questão do partido que governa: a maioria dos estados do Nordeste tem governos que, independentemente do partido (ex.: PT na Bahia; PSDB em Alagoas; PSB na Paraíba etc.), não estão preparados para enfrentar os novos problemas. Predominam governos tradicionais e políticos, correligionários, amigos e parentes lotam as secretarías de segurança e as delegacias.

A polícia, comparativamente com as mais treinadas do país, é pouco ágil, pouco técnica e muito violenta. Não obstante, ruim com ela, pior sem ela.

Há uma greve da PM iniciada em 31 passado. Nesse curtíssimo prazo, de cinco dias, houve 78 homicídios na RM de Salvador. Nesse rítmo, chegariam ao triste recorde de 5.694 homicídios em 365 dias.

É interessante notar que os homicídios foram muito mais altos na sexta do que na quinta e na quarta. Acontece com ou sem polícia: relativamente ao total dos dias da semana, os dias do fim da semana são violentos e, em cada dia, o horário da morte começa às 18hs. Durante o dia, a vasta maioria da população está protegida das balas, do álcool e das drogas nos seus escritórios e residências. Fora desse período, as condições são propícias à violência.

As implicações políticas seriam graves, sem ajuda de ninguém, mas o governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), decidiu jogar lenha na fogueira, afirmando que os policiais militares em greve cometeram o excedente de crimes que estão acontecendo em Salvador, aduzindo que os policiais em greve promove um "banho de sangue" para amedrontar a população, para que pressione para atender às reivindicações salariais da categoria.

É irônico ver um governador do PT em claro conflito com os representantes de uma categoria profissional. Porém, nos últimos dez anos, as diferenças ideológicas entre os partidos que, na prática de governar, já não eram grandes, ficaram mínimas. Os partidos contam ainda menos...

Repetindo, há outra lição, mais importante: ruim com a polícia, pior sem ela.

Fonte: Blog Conjuntura criminal


sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Estádio de Santarém pode ser utilizado na copa do mundo

Na manhã desta quinta-feira, 2 de fevereiro, Santarém – cidade do turismo, do esporte ... - recebeu a visita de Luis Roberto Roselli, representante do Comitê Organizador da Copa do Mundo de 2014, que veio verificar in locu as condições do Estádio Colosso do Tapajós, que poderá ser utilizado para treinos de algumas seleções que participarão do Mundial.

Mesmo sem ter gravado entrevista, Luis Roberto Roselli afirmou que seu trabalho foi de vistoria técnica em toda a estrutura do Estádio, sobretudo do gramado. Ele fotografou, mediu, analisou detalhadamente a planta de construção do Estádio e anotou o que julgou necessário para apresentar ao Comitê da Copa, mas não adiantou nada sobre o resultado da vistoria, que foi acompanhada por representantes da Prefeitura de Santarém e do governo do Estado.

Inácio Correa, Secretário Municipal de Infraestrutura, destacou o empenho do governo para que Santarém pudesse ser incluída no roteiro da FIFA como subsede da Copa. “A Prefeita Maria do Carmo teve a sensibilidade de inscrever Santarém para receber esta vistoria. Nossa cidade é bastante privilegiada, tendo grande potencial turístico, com hotéis e restaurantes de qualidade, além de estar localizada muito próxima a Manaus, sede da Copa de 2014 na Amazônia brasileira”, enfatizou.

Inácio Correa também destacou as obras realizadas pela Prefeitura no Estádio. “Os investimentos que já fizemos atendem ao Estatuto do Torcedor e proporcionam mais conforto e segurança aos frequentadores do Estádio. Nós construímos arquibancadas no lugar onde ficava a geral, trocamos todo nosso sistema de hidrantes e revitalizamos nossa prevenção contra incêndios. Fizemos adequações na parte elétrica, colocamos câmeras de segurança, reformamos vestiários e banheiros, instalamos o placar eletrônico e muitas outras melhorias. Todo o trabalho que executamos nos dá condições de sermos vistoriados hoje com tranquilidade”, destacou o Secretário.

Inácio informou ainda que a Prefeitura possui um projeto para realizar novas melhorias no Colosso do Tapajós e torná-lo preparado não somente para o futebol, mas também para outros tipos de eventos culturais.

O juramento do jornalista

Juro (sem cruzar os dedos) ser um jornalista responsável e comprometido com a verdade.

Juro não chorar se receber cinco pautas num mesmo dia.

Juro (cruzando os dedos) usar a carteira da Fenaj apenas nos eventos em que estiver a trabalho.

Juro honrar a tradição jornalística de comer porcaria em botecos de má reputação.

Juro não cobiçar a pauta alheia.

Juro não ficar contando piadinhas em velórios de gente famosa, com exceção do velório do Gilmar Mendes.

Juro (cruzando os dedos das duas mãos) recusar todo tipo de jabá em coletivas de imprensa.

Juro não rasgar o meu diploma, apesar da vontade que vai me dar de vez em quando.

Juro encher de porrada o não-jornalista que falar mal da minha profissão.

Juro não esmorecer nos dias mais difíceis da carreira, que serão praticamente todos os dias.

Juro que esta é a última vez que eu juro tanta coisa ao mesmo tempo. Ô, troço chato!

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Greve dos professores: Passou de busca pelos direitos para negligência do dever



“A minha liberdade termina, onde começa a do outro"

Depois de uma reunião realizada no dia 31, em assembléia geral na escola Onésima Pereira de Barros, os professores da rede estadual, decidiram entrar em estado de greve no início do ano letivo de 2012. Eles exigem novas reivindicações do governo.

A categoria que “ainda” está ministrando aulas para encerrar o ano letivo de 2011, já pensa em “paralisar” mais uma vez!

A luta pelos direitos é uma causa justa, mas prejudicar milhares de alunos por conta disso , é irresponsável, ilegal e desumano.

Sem falar, que após as greves, as disciplinas são empurradas como enxurradas de informações, aos alunos que tem que absorver de forma rápida. O que não contribui em nada para um aprendizado “decente”.

A prova disso é que atualmente, o Pará ocupa a 27ª colocação no Ideb - Índice de Desenvolvimento da Educação Básica com nota 3,7, atingida em 2009, sendo que a média brasileira ficou em torno de 4,6.

Relatos de alunos dão conta, de que mesmo com o calendário reformulado, a irresponsabilidade de alguns professores é grande, já que tudo é motivo para não haver aula: feira de ciência, festa junina, ressaca, feriados prolongados, festa de aniversário da escola, comemoração da vitória do brasil no campeonato de bolinha de gude e por ai vai..

Não foi só a educação que piorou no Pará, mas a formação de caráter de quem deveria assumir a posição de “educador” e virou mero mercenário. E depois ainda querem que cantem " Ao mestre com carinho..." Faça- me o favor"!

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Vivo! Morto! Vivo! Morto...

Alguém ai já brincou de “vivo ou morto”?

Brincadeira conhecida também como “Jericó, Jerusalém...”Brinquei na minha infância por diversas vezes.

Engraçado como a vida e a morte, sempre andaram lado a lado, como nessa brincadeira onde para ganhar, tinha que acertar o tempo da morte e da vida.

Ensinamentos bíblicos afirmam exatamente a mesma coisa: Para se viver é preciso morrer, quem quiser ganhar a sua vida, deverá perdê-la primeiro.

Na brincadeira, o próprio sujeito, vivia e morria, voluntariamente..Vivo! Morto! Vivo...
Os ensinamentos bíblicos também dão essa “opção”, quem quiser ganhar a vida eterna... Tem que morrer. (parafraseando).

Mas, na vida há situações, em que também vivemos ou morremos. Ás vezes decidimos que “morrer” é bom, seja sob uma imensa sabedoria, ou sob força de um peso imensurável.

Mas em outras ocasiões, há pessoas que tomam a decisão por você (...) e direcionam essa escolha tão importante em nossas vidas, ora nos fazem viver, outras nos fazem morrer – os motivos são diversos- Porém, nenhum sob julgamento humano.

Mas, assim como na brincadeira, a vida vem logo na sequência.
E em ambos os casos, seja na brincadeira, nos ensinamentos, e na vida real, o resultado pode ser o mesmo: Há vida depois da morte! Ou morte depois da vida...

Nesse caso, a ordem dos fatores, pode sim alterar o produto.

Pode-se viver ou morrer, diversas vezes...Mas felizmente o resultado final vem unicamente de uma decisão individual

Assim como na brincadeira...Vivo! Morto! Vivo!..

#Coisas de Ronilma.

Nove pessoas foram mortas durante uma chacina no garimpo, uma das vitimas morava em santarém

Nove pessoas foram mortas durante uma chacina no garimpo de Dorlin, Guiana Francesa, uma das vitimas era Francisco Borges de Morais, de 46 anos, que residia e tinha familia em Santarém. O crime ocorreu no dia 21 de janeiro.

Há 3 anos ele trabalhava no garimpo, segundo a esposa Marliete Mendes, 7 pessoas chegaram metralhando os garimpeiros sem falar nada. Os autores dos disparos ainda não foram indentificados.

os 9 corpos estão sob a responsabilidade da Embaixada brasileira, na Guiana Francesa, a familia de seu Francisco Borges, está com dificuldades para trazer o corpo para Santarém.

Tático insere jiu jitsu ao treinamento

Em Santarém, o grupamento Tático Operacional - GTO, está inserindo o jiu jitsu, como treinamento complementar aos militares.
O recebimento da faixa, da primeira turma foi realizado nessa terça-feira (01/02/2012), antes da cerimônia de entrega, os militares fizeram uma pequena demonstração das técnicas aprendidas durante o treinamento.
A turma começou com 15 alunos, mas só 4 chegaram ao final.