segunda-feira, 30 de maio de 2016

O salmo da minha vida

 O salmo que me renova, por vezes me machuca, outras, me confronta, na maioria das vezes me consola, algumas, me impulsiona, por  vezes, me arranca sorrisos, outras lágrimas, algumas vezes me faz refletir, outras, me faz sentir vergonha de atos que cometi, outras vezes me encoraja, algumas vezes me dá força, outras vezes me dá vontade de ficar quieta, em silêncio, outras vezes  me faz pular de alegria.

É o salmo citado no filme Desafiando Gigantes, no momento em que o protagonista levanta todas as madrugadas para buscar a Deus, e para clamar por socorro, sem deixar de levar em conta o seu amor por Deus, apesar das circunstâncias.
Cena de Desafiando Gigantes
Enfim, esse e o salmo da minha vida, que me faz ter milhões de sensações, sentimentos e decisões. Uma prova  de que Deus sempre fala, e que a palavra dele é viva. Apesar de ter lido diversas vezes, sempre, sempre tem algo novo, como se eu nunca o tivesse lido.


Salmos – Capítulo 18

1 Eu te amo, ó SENHOR, força minha.
2 O SENHOR é a minha rocha, a minha cidadela, o meu libertador; o meu Deus, o meu rochedo em que me refugio; o meu escudo, a força da minha salvação, o meu baluarte.
3 Invoco o SENHOR, digno de ser louvado, e serei salvo dos meus inimigos.
4 Laços de morte me cercaram, torrentes de impiedade me impuseram terror.
5 Cadeias infernais me cingiram, e tramas de morte me surpreenderam.
6 Na minha angústia, invoquei o SENHOR, gritei por socorro ao meu Deus. Ele do seu templo ouviu a minha voz, e o meu clamor lhe penetrou os ouvidos.

sábado, 28 de maio de 2016

O corajoso coração de Ilena Sandler

Durante a Segunda Guerra Mundial, Irena Sendler conseguiu permissão para entrar no Gueto de Varsóvia como encanadora e para fazer limpeza de esgoto. Toda vez que ela saia do gueto, escondia uma criança no fundo de sua sua caixa de ferramentas, ou em sacos de lixo. Ela adestrou um cão, para fazer barulho quando ela deixava o gueto, e assim atrair a atenção dos guardas nazistas. Ela salvou 2500 crianças da morte. Nos momentos finais da guerra, ela foi descoberta, e os nazistas quebraram as pernas e braços dela. Quando as crianças chegavam ao seu novo lar, recebiam novos nomes a fim de esconder suas verdadeiras identidades judias. Cada criança salva tinha o nome escrito em papel, e escondido em uma jarra enterrada no quintal dela. Após a guerra, ela pegou o registro de cada uma das crianças, e tentou achar os parentes. As crianças que ficaram definitivamente sem parentes vivos foram orientadas para adoção. Em 2007 ela foi indicada ao prêmio Nobel da paz, mas quem ganhou foi o Al Gore, por seu power-point sobre mudanças climáticas... Ela morreu em 2008, e seu trabalho é hoje continuado, em uma organização que se chama "vida numa jarra" (life in a jar).
*Na NetFlix tem filme sobre ela


quarta-feira, 25 de maio de 2016

Fernanda Gentil homenageia Pedro Ivo, editor do 'JN' morto em acidente

Por Fernanda Gentil 

Amigos, vamos parar!!!! Vamos parar porque hoje perdemos nosso Pedro Ivo! Novo, querido, recém-casado, pai em poucos meses... vamos parar, por favor, porque amanhã pode ser o Pedro Ivo de vocês. Vamos parar de nos estressar por arranharmos nosso carro, de brigar com o vizinho por música alta, de ficar com raiva por esquecermos algo em casa. De um minuto pro outro, Pedro Ivo se foi. Vamos parar de discutir relacionamentos por besteira, de julgar os outros pela cor da pele, classe social, peso corporal ou gosto sexual. Vamos parar de sofrer por vaidade. De acreditar que crachá conta, que salário define, que cargo manda. Vamos parar de acreditar que a vida acontece da catraca do trabalho pra dentro. A vida é lá fora - é onde tudo acontece, é onde a gente luta por ela de verdade..... e onde a perdemos também. É pra lá da catraca que estão nossos filhos, pais, irmãos e sobrinhos, e eles muitas vezes não podem nos esperar. Vamos parar de nos agredir e machucar. Parar de matar. Vamos parar, gente!!!! Parar de gastar tanta energia com a perda de um emprego, uma nota baixa ou um amor não correspondido. O tempo tem que ser gasto com o que requer tempo... porque o tempo não volta. O Pedrinho não volta. Paremos, simplesmente, de PER-DER-TEM-PO com "falsos golpes" da vida. Pancada mesmo é o que não dá pra consertar. O Pedro foi uma pancada da vida, e virou uma lição também - pra gente aprender, de uma vez por todas, que quem a gente vê todo dia, não vai estar aqui todos os dias. Vamos valorizar. Pedro estava ontem, e hoje não estava mais. Um dos corações mais puros daquela redação foi embora sem nem avisar, mas eles normalmente não avisam mesmo; a gente é que tem que estar sempre avisando a eles, e só assim estaremos plenos e de consciência tranquila no dia em que eles forem embora sem dar tchau. Distribuam, sempre, pequenos avisos: "Te amo". "Parabéns". "Saudade." "Bom dia."
"Volta logo". "Belo texto." "Gosto muito de você." "Obrigada."
"Boa noite." "Dorme bem". Meu aviso de hoje vai pra ele, claro: "Descanse em paz".



Pedro Ivo Salles, editor de esportes da emissora, morreu aos 33 anos, em um acidente de trânsito, na manhã de ontem, na saída do Túnel Velho, em Copacabana. Pedro pilotava uma moto quando perdeu o controle. Ele foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.

Na matéria exibida, foi mostrado o perfil profissional e na vida pessoal de Pedro, que sempre tentou unir ao longo de sua carreira suas duas paixões: esporte e jornalismo.

segunda-feira, 16 de maio de 2016

sábado, 14 de maio de 2016

A lua e Júpiter bem pertinho...

Neste final de semana, 14 e 15 de maio de 2016, a Lua em fase crescente dá o show no céu ao lado (em distância angular) do brilhante planeta Júpiter.
A lua está a 393.000 km da Terra e Júpiter está distante 752 milhões de km da Terra, brilhando com magnitude -2,1. 
Neste sábado, 14 de maio é comemorado o International Astronomy Day - Dia Internacional da Astronomia, um evento anual que destina a fornecer um meio de interação entre o público em geral e os entusiastas da astronomia, grupos de astronomia, sociedades astronômicas locais e profissionais da área.
O tema do Dia Internacional da Astronomia de 2016 é "Trazer Astronomia para o povo", e neste dia especial da astronomia organizações em todo o mundo irão planejar eventos especiais em planetários, museus e observatórios.
Com luneta e telescópio neste sábado será possível observar as 4 luas galileanas. 
A lua Calixto será ocultada por Júpiter, em seguida a Grande Mancha Vermelha (GMV) estará visível e depois a lua Io é ocultada por Júpiter.
Quem possuir luneta e telescópio também poderá observar abaixo da Lua e Júpiter o famoso Tripleto de Leão, próximo da estrela Chertan (Theta Leonis). 

quinta-feira, 12 de maio de 2016

Sobre a primeira mulher presidente do Brasil

A primeira mulher presidente do Brasil, me envergonhou mais do que todos os presidentes anteriores juntos.
A primeira mulher presidente do Brasil, conseguiu me envergonhar mais do que todas as feministas radicais que usam o corpo como forma de protesto ( ao invés do cérebro)
A primeira mulher presidente, me envergonhou não por ser mulher, mas por precisar de um homem (corrupto e cachaceiro ainda por cima), pra tentar conduzir algo, que era responsabilidade inteiramente dela.
A primeira mulher presidente, me envergonhou de todas as formas possíveis, repito, não por ser mulher, porque caráter não está relacionado a gênero, mas por mostrar sua total incompetência e despreparo a frente do cargo mais alto do país, jogando fora a oportunidade de mostrar o que uma mulher de verdade pode fazer.
A primeira mulher presidente me envergonhou por sequer saber usar as palavras direito (é perfeitamente compreensível que um pedreiro ou alguém que não teve oportunidade de estudar, atropele a gramática), mas para um chefe de estado, é inadmissível não dominar a sua própria língua.
A primeira mulher presidente do Brasil, me envergonhou por deixar mais de 10 milhões de desempregados.
A primeira mulher presidente do Brasil, me envergonhou pelo fato do Brasil ter perdido o selo internacional de bom pagador.
A primeira mulher presidente do Brasil me envergonhou pelo aumento da divida pública.
A primeira mulher presidente do Brasil, me envergonhou por punir a classe trabalhadora em detrimento de regalias a políticos aliados.
A primeira mulher presidente do Brasil, me envergonhou por colocar o projeto de poder de um partido, acima dos interesses do país.
Pela volta do populismo, pela tentativa de controlar o poder judiciário, por tentar controlar a imprensa, por criar a acentuar o discurso de ódio entre negros e brancos, ricos e pobres, héteros e homoafetivos.
A primeira mulher presidente do Brasil, me envergonhou por ter sido corajosa para assaltar bancos, mas não foi corajosa o suficiente para assumir seus erros.
Então, não venha com discurso de vitimismo dizendo que houve perseguição e golpe pelo fato de Dilma ser mulher.
O golpe foi dado a nós brasileiros, pela mulher que usou esse discurso.
Que esse seja o começo do fim de uma era.
Salve 12 de maio de 2016!


Ronilma

terça-feira, 10 de maio de 2016

Rapel meu caso de amor e medo

 A melhor forma de vencer seus medos é indo ao encontro deles,antes que eles venham ao seu encontro. Se eu não tenho medo de altura? Claro que tenho, horrores! Por isso mesmo, vale a pena fazer rapel, e se é pra vencer um medo, vamos fazer isso direito. Ainda não é como eu queria ,mas um dia chego lá. :) 



_Olha só, eu queria virar de cabeça pra baixo...Mas tô achando muito difícil
_ Que nada, fica calma, vai dar certo.
 _ Não cara é serio, olhando assim dá muito medo, vou descer normal.
_Não Ronilma, você já fez isso, consegue sim, eu vou te ajudar.
 Caracoles! Virei...Olha o céu...Medo,medo, medoooooooooooooooooooooo!
 Ainda cabe mais medo aqui medooooooooooooooooooooooooooo!
 Se as minhas pernas soltarem, vou dar um nó aqui...
 Nem sei porque eu invento essas coisas...Ah sim lembrei, é porque chegar ao fim é satisfatório e porque eu sou sou muitooooo corajosa...'-'
 Aquele momento em que você lembra de todas as orações...Respira, inspira, pera como é mesmo? Respira e depois?
Ahhhhhh eu adoroooooooo issoooooooo!

Obrigada a toda Equipe CISS - Centro de Instruções de sobrevivência na Selva, coordenada pelo amigo Sidcley Matos- Valeu pessoal! Obrigada!

segunda-feira, 9 de maio de 2016

Ok! Estou com saudades - Parte I

Ultimamente ando com saudades de "reportar", de viajar, de conhecer lugares, conhecer pessoas, ouvir e contar histórias, disso é feito o jornalismo, de amor, emoção, detalhes, aprendizado. Então resolvi postar fotos do comecinho, dessa minha jornada no jornalismo. ( em 2006, 2007..por aí...)
No jornalismo é assim, a gente faz de tudo um pouco. Nesse dia  "me virando nos 30" como produtora e cinegrafista  no Programa MQV, com a apresentadora gringa Rutinha. A gente amava sair do Studio e gravar por aí, até porque eu odiava rotina. Tudo feito com amor,  HUMOR e excelência.

Com o cinegrafista, amigo e irmão do coração, Waltinho - Nas gravações do programa MQV


Em alguma das milhares comunidades ribeirinhas da bacia Amazônica, as crianças sempre foram uma história a parte. Amo!

No barco a caminho de uma comunidade ribeirinha. A primeira vez, eu fui achando que iria ajudar alguém, mas quem saiu ajudada fui eu, em poder conviver com pessoas tão simples, puras de coração, amáveis, gratas a Deus, quando eu as vezes reclamo tanto...Essa é uma das razões pelas quais eu amo ir ao ribeirinho.
Comandante Ronilma Santos ( Salve-se quem puder!)

Gosto do rio, e do vento levando o meu cabelo e arrumando meus pensamentos, longe do barulho da cidade, perto do que me faz tão bem.


Com minha querida Ruth Reutter Apresentadora do MQV no Congresso da Paz, trabalhando.

Flash do Congresso da Paz, com Pr Abe Huber - Cinegrafista da vez era o Paulinho Hrubik, uma das primeira vezes em que gravei com o Pr. Abe Huber, pense num cara legal!


Ahhh esse sorriso! De entrevistadora a entrevistada.


Em algum  lugar da bacia amazônica.

Grata por tudo o que vivi até aqui! Thanks Lord!


quarta-feira, 4 de maio de 2016

A conveniência


Que o medo nunca mais determine os meus passos (...)

terça-feira, 3 de maio de 2016


Aqui ninguém toca!

Como explicar a uma criança quais partes do corpo não devem ser tocadas por outra pessoa.
A regra “Aqui ninguém toca” foi criada pelo Conselho da Europa para ajudar os pais e os educadores a falar sobre o abuso sexual de crianças e pode ser uma ferramenta muito eficaz para prevenir este tipo de crime.
Trata-se de um guia simples de ajuda aos pais na explicação a dar aos seus filhos sobre as partes do corpo que não devem ser tocadas por outras pessoas, como reagir se isso acontecer e onde procurar ajuda.
Mas em que consiste a regra do“Aqui ninguém toca”?
É simples: uma criança não se deve deixar tocar nas partes do corpo normalmente cobertas pela roupa interior assim como não o deve fazer aos outros.

 LEIA E COMPARTILHE esse livro, uma forma simples e eficaz de proteger uma criança contra a violência sexual.


Clique aqui e baixe o livro em PDF

segunda-feira, 2 de maio de 2016

Como funciona a criptografia no WhatsApp

A criptografia do WhatsApp já arrumou muitos problemas no Brasil, e a tendência é que isso só piore. A partir desta terça-feira, 5 de abril, a empresa está implantando criptografia em todas as formas de comunicação oferecidas pelo aplicativo, o que deve dificultar ainda mais o trabalho das autoridades pelo mundo, mas também vai dificultar a vida de cibercriminosos.
A novidade vale para todas as versões do aplicativo, em todas as plataformas. Ou seja: não importa se você usa Android, iOS, Windows Phone, BlackBerry ou até mesmo um celular antigo da Nokia. O aplicativo até mesmo começou a avisar sobre a proteção das conversas, como mostra a captura abaixo.